© 2019  Feito pela Projec. ♥️ Todos os direitos reservados. 

Arquitetura Inspirada na Natureza Brasileira

May 25, 2019

Você sabia que a natureza brasileira serviu de inspiração para projetos arquitetônicos muito inovadores?!?

 

 

 

Quando pensamos em uma arquitetura inspirada em animais ou plantas, pensamos em obras internacionais, como o estádio em Pequim inspirado em ninhos de pássaros, ou no edifício em Londres, construído em formato de pepino. Entretanto, esse conceito tem sido abordado cada vez mais no Brasil, e ainda melhor, pois arquitetos e engenheiros estão tomando como inspiração a fauna e a flora local. Temos um potencial gigantesco a ser aproveitado nesse sentido, por abrigarmos florestas com os maiores níveis de biodiversidade do mundo, tais como a Mata Atlântica, a Floresta Tropical Amazônica e o Pantanal, onde são observadas espécies que não são encontradas em nenhum outro lugar no mundo! Incrível, né?

Tal estilo de inspiração para os projetos segue o conceito da biomimética, muito explorado atualmente no Brasil pelo arquiteto Marko Brajovic e a bióloga Alessandra Araújo, unificando conceitos de ambas as áreas, e promovendo soluções inovadoras para seus projetos apresentados a seguir, não apenas para o design visual, mas para sua funcionalidade!

 

Parque em Campos do Jordão

Nosso primeiro exemplo relaciona o conforto térmico do local com o sistema circulatório do Jacaré. O controle da temperatura do local se relaciona com a temperatura ambiental, assim como ocorre no organismo do animal: com um sistema de condução de vapor de água, é possível resfriar ou aquecer os ambientes. Os cabos utilizados para a transmissão de vapor, da forma como foram dispostos pelo parque, servem para orientar a circulação de pessoas no local, seguindo um padrão utilizado pelas formigas, quando traçam seus caminhos pela terra.

 

 

 

 

Ensaio no Parque Ibirapuera

Neste exemplo, um dos maiores problemas era a poluição do ar, por ser inserido num ambiente urbano, prejudicando a respiração de quem passava por lá. Para sanar esse problema, tiveram como inspiração esponjas, peixes filtradores, e plantas fitorremediadoras e como se alimentam e renovam sua circulação interna. Elaboraram células filtrantes, que absorvem partículas de ozônio na atmosfera; conduzindo então para uma coluna de condensação, os quais selecionam os poluentes; e então, eliminam e tratam tais resíduos por meio do dissipador. Simulando esse organismo, criam espaços com menor teor de ozônio, promovendo um ar melhor para quem passa por lá.

 

 

 

 

Votu Hotel

Este exemplo está localizado na Península de Maraú - BA, uma região de altas temperaturas. Buscando uma solução, planejaram um modelo de ventilação natural, para promover conforto térmico, baseando-se nas tocas do Cão de Pradaria. São longos tubos subterrâneos, com entradas e saídas de ar, que promovem a circulação rápida de ar por dentro deles, através de diferenças na pressão atmosférica, e tais conceitos foram aplicados na construção de suítes no hotel.

 

 

 

Inspiraram-se também em cactos para controlar o problema da insolação intensa no local. Esses vegetais realizam a técnica do auto-sombreamento, com espinhos e dobras epiteliais, para evitar que a luz solar esteja em contato com o interior do organismo. Essa ideia, aplicada no projeto, encontra-se em beirais inclinados de forma que a luz solar não consiga atingir diretamente o interior do ambiente ao longo do dia.

 

 

 

Além disso, tomaram como exemplo o bico dos Tucanos para substituir a utilização de elementos artificiais de resfriamento, como o ar-condicionado. Nesses animais, o bico funciona como um radiador térmico extremamente eficiente, realizando trocas de calor com o ambiente, protegendo o ventre do animal de altas temperaturas. No projeto, aplicou-se tal conceito na cozinha, no qual o ar quente sobe por tubos, que passam como serpentinas por baixo de um telhado verde, esfriando este ar, e retornando-o ao ambiente interno, otimizando a circulação atmosférica no local.

 

 


 

 

Casa Folha

Este exemplo é um dos mais visíveis de que houve inspiração em algum elemento vivo da natureza. Está localizada em Angra dos Reis - RJ, e foi projetada pelos escritórios Mareines e Patalano. Essa casa de praia tem a sua cobertura no formato de 6 folhas grandes, dispostas em círculo, formadas pelo encaixe harmonioso de inúmeras peças de madeira laminada de eucalipto, de até 25 metros de comprimento. Este design inovador, além da estética agradável e inusitada, promove a circulação dos ventos provenientes do litoral para dentro do ambiente doméstico, dispensando a necessidade de utilização de modelos artificiais de resfriamento. Além disso, protege todos os cômodos da residência da incidência direta dos raios solares.

 

 







 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

ARTIGOS POPULARES

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

TAGS
Please reload

CONTEÚDO EXCLUSIVO